Quarta, 03 de Junho de 2020 20:17
(99) 991612367
Polícia Policia

Três homens são mortos pelas suas mulheres durante o fim de semana

Em dois dos casos, as autoras teriam sido agredidas fisicamente por seus maridos antes de cometerem os crimes

19/05/2020 14h34
639
Por: Kennedy Rocha Fonte: Jornal Pequeno
Três homens são mortos pelas suas mulheres durante o fim de semana

Nesse final de semana, três homens foram assassinados por suas mulheres, no Maranhão. Dois crimes ocorreram em São Luís e um na cidade de Nina Rodrigues. Ao menos em duas das ocorrências, conforme apontam os primeiros levantamentos, as autoras teriam sido agredidas fisicamente por seus maridos, antes de cometerem os homicídios.

O primeiro caso ocorreu na madrugada de sábado (16), na Rua Therezinha de Souza, do Residencial João Alberto – região do Santo Antônio, em São Luís. Reinaldo Caldas Gomes, de 34 anos, foi morto após ser atingido com golpes de faca no peito e no ombro por sua esposa, identificada como Joana Evangelista Mendes Reis Gomes, 23.

Vizinhos do casal informaram ter ouvido uma discussão entre os dois e que Joana estava com as malas prontas para ir embora, quando o marido chegou na residência. O homem iniciou as ameaças e tentativas de agressão, e a mulher revidou usando a faca. Ela ligou para um amigo pedindo ajuda e ao chegar no imóvel Reinaldo já estava sem vida

De acordo com o delegado George Marques, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), na noite de sexta-feira (15), antes do crime, a vítima estava ingerindo bebida alcoólica com os irmãos em uma festa. “Há um contexto de que eles brigavam bastante, mas não existe prova de que ele batia nela e nem ela nele. Tudo ainda vai ser investigado. Mas a perícia identificou sinais de luta corporal na casa deles, objetos fora do local e algumas manchas de sangue”, explicou Marques.

Joana permanece foragida. Conforme o delegado, ela deve se apresentar na delegacia nos próximos dias

EM NINA RODRIGUES

Na manhã de domingo (17), o povoado Barro do Rosa, em Nina Rodrigues, foi palco da morte de Francisco Viana, esfaqueado pela própria esposa, identificada como Wilma, que tentava se defender das agressões cometidas por ele. Segundo as informações, sempre que consumia bebidas alcoólicas, Francisco costumava agredir a mulher e as filhas.

Após cometer o crime, Wilma foi presa e encaminhada para a Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim, onde permanecerá à disposição da Justiça.

NO BAIRRO ANJO DA GUARDA DE SÃO LUIS

O terceiro caso, também no domingo (17), foi registrado no bairro do Anjo da Guarda. No local, a polícia prendeu em flagrante Maria de Fátima Silvestre da Cunha. Ela é a principal suspeita da morte do seu marido, identificado como Carlos Magno França Costa.

De acordo com a polícia, Maria de Fátima alegou que o marido escorregou e caiu em cima da faca. Ocorre que as provas colhidas no local refutam a versão dela. “A faca foi encontrada já lavada na cozinha, e tem manchas de sangue da vítima dentro de casa. Se ele escorregou do lado de fora, não era para ter manchas dentro”, pontuou o delegado George Marques.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio