Quinta, 23 de Setembro de 2021
24°

Alguma nebulosidade

Imperatriz - MA

Economia Economia

Conta de luz vai manter inflação alta no curto prazo, apontaBC

Ata do Copom sinaliza para juros básicos em 6,25% ao ano com inflação oficial de 5,8% ao fim de 2021

22/06/2021 às 08h30
Por: Imperlove Fonte: R7
Compartilhe:
 Reprodução/Banco Central - (Foto: Reprodução/Banco Central)
Reprodução/Banco Central - (Foto: Reprodução/Banco Central)

O BC (Banco Central) divulgou na manhã desta terça-feira (22) a ata da última reunião do Copom (Conselho de Política Monetária), que resultou na terceira elevação consecutiva da taxa básica de juros da economia, a Selic, para 4,25% ao ano, maior patamar desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Ao justificar a decisão de juros mais altos, o BC destaca a influência da atual crise hídrica sobre as tarifas de energia elétrica nos próximos meses. "Adota-se uma hipótese neutra para a bandeira tarifária de energia elétrica, que se mantém em “vermelha patamar 1” em dezembro de cada ano-calendário", diz o documento, que vê a elevação de preços com impactos da oferta e da demanda no curto prazo. 

Com as influências, a autoridade monetária diz esperar por uma inflação oficial de 5,8% neste ano, percentual acima do teto da meta, fixado em 5,25% pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) para o período de 12 meses. "O compromisso inequívoco do Banco Central é com a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante e os passos futuros da política monetária são livremente ajustados com esse objetivo", aponta a ata.

A movimentação deve resultar em uma taxa básica de juros no patamar de 6,25% ao ano ao final de 2021, valor 2 pontos percentuais superior ao atual.  A previsão leva em conta que a taxa básica de juros funciona como o principal instrumento do BC para manter a inflação sob controle, já que os juros mais altos encarecem o crédito, reduzem a disposição das famílias a consumir e estimulam novas alternativas de investimento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários